Formação Sindical

Observatório Emprego

Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Agenda Sindical

 

 

13 de Julho a 31 de Dezembro de 2018:

Greve (às horas fora do horário de serviço) dos Oficiais de Justiça, pelo reconhecimento e valorização do trabalho prestado fora do horário de serviço, pelo reforço do quadro de Oficiais de Justiça, entre outras reivindicações.

Fonte: SOJ

20 de Dezembro (por tempo indeterminado):

Greve (de duas horas) na Setofresa & Associados, empresa metalomecânica na Mitrena (Setúbal), para exigir o aumento dos salários e do subsídio de refeição e a melhoria das condições de trabalho.

Fonte: FIEQUIMETAL

2 de Abril (por tempo indeterminado):

Greve (de 2 horas por turno) dos trabalhadores da Inapal Plásticos com vista a encontrar um entendimento/compromisso com a empresa sobre matérias constantes do Caderno Reivindicativo.

Fonte: CGTP-IN

11 de Maio (por tempo indeterminado):

Greve (1 hora por turno) e concentração em Vilar do Paraíso, dos trabalhadores da Tegopi, empresa de fabrico de torres eólicas, contra injustiças salariais e por respostas ao seu caderno reivindicativo.

Fonte: CGTP-IN

26 de Agosto (por tempo indeterminado):

Greve (todos os domingos) dos trabalhadores da Vanpro Assentos Lda, empresa fornecedora da Autoeuropa, contra a imposição da alteração dos horários de trabalho.

Fonte: FIEQUIMETAL

10, 11 e 16 a 19 de Outubro:

Greve nacional (faseada), protestos e manifestações dos enfermeiros, exigindo que o Governo honre os compromissos e colabore na solução dos problemas do SNS.

Fonte: SEP

19 de Outubro:

Greve dos trabalhadores da Barraqueiro Transportes e Rodoviária do Alentejo, para exigir o aumento dos salários, tal como aconteceu noutras empresas do grupo.

Fonte: FECTRANS

25 de Outubro:

Manifestação nacional das Forças de Segurança (PSP, GNR, SEF, Guarda Prisional, Polícia Marítima e ASAE), pelo descongelamento das carreiras e contra a falta de efectivos e de investimento nas instituições policiais.

Fonte: APG/GNR

26 de Outubro:

Greve nacional dos trabalhadores da Administração Pública, decidida em plenário de dirigentes e activistas sindicais da Frente Comum, por aumentos salariais e a valorização das carreiras na função pública.

Fonte: STFPSSRA

29 de Outubro (até final do ano lectivo):

Greve nacional (ao trabalho suplementar) dos professores, pela contagem integral do tempo de serviço e contra a fixação de horários de trabalho ilegais.

Fonte: FENPROF

31 de Outubro:

Greve dos trabalhadores da IP - Infraestruturas de Portugal, por avanços na negociação do acordo colectivo, com valorização salarial para todos.

Fonte: FECTRANS

6 de Novembro:

Greve (parcial) dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa, por discordância com a proposta de atualização salarial plurianual apresentada pela empresa.

Fonte: FECTRANS

8 de Outubro:

Concentração de agricultores, dirigentes agrícolas e associações filiadas frente à Assembleia da República, para propor e reclamar medidas para a melhoria das condições de vida e de trabalho dos/as agricultores/as familiares.

Fonte: CNA

9 de Novembro:

Greve e manifestação nacional dos trabalhadores da limpeza industrial, convocada pelo STAD, devido à intransigência do patronato em negociar a CCT, pela manutenção dos direitos e pelo aumento dos salários.

Fonte: STAD

9 de Novembro:

Greve dos trabalhadores da Barraqueiro Transportes, por não abdicarem da sua reivindicação de aumento dos salários e demais matérias constantes dos seus cadernos reivindicativos.

Fonte: FECTRANS

 

contra a imposição de alterações ilegais de horários de trabalho